Friday, March 09, 2007

"Neo-ateísmo":uma rápida análise

Gostaria de abordar a repercussão que está existindo na mídia sobre a corrente conhecida vulgarmente como "ateísta-científica" que oferece explicações naturais para o surgimento da fé e questiona o papel das religiões, além de pregar que a Humanidade estaria melhor sem elas. Foram dezenas de livros lançados no ano passado por cientistas influentes.E se destacam entre eles, “The God Delusion” do zoólogo Richard Dawkins, “Christian Nation” do neurocientista americano Sam Harris e “Breaking the Spell” do filósofo americano Daniel Dennett.

Para ter uma visão melhor sobreo assunto, sugiro que todos leiam esta reportagem da Época:
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG75728-5990,00.html

Dawkins diz: "Imagine nenhum homem-bomba, nenhum 11 de setembro, nenhuma Cruzada, nenhum conflito na Irlanda do Norte, nenhuma guerra entre Israel e Palestina. Imagine nenhum Taleban para explodir as estátuas gigantes de Buda no Afeganistão".

Segundo os jornalistas da Época na reportagem citada, os religiosos se defendem dizendo que sem a religião também não haveria missionários para tratar de doentes de aids na África, defender lavradores na Amazônia, visitar os presos ou criar algumas das mais belas manifestações artísticas.

Mas Dawkins insiste: "Você realmente imagina que a única razão pela qual as pessoas tentam ser boas é para ganhar a aprovação de Deus?"

Dennett também comenta: "Segundo essa lógica, sem a cenoura e o chicote divinos, as pessoas se entregariam aos desejos mais básicos, quebrariam promessas, trairiam os cônjuges, abandonariam seus deveres".Dennett afirma que não existe evidência para essa asserção.Para confirmar isso, ele mostra uma estatística que entre os 2 milhões de presidiários americanos a proporção de religiosos - inclusive de não-religiosos - é a mesma que entre a população livre.

A minha opinião é que ambos estão certos e enganados.Por exemplo, Dawkins quer apontar a religião como a principal responsável por determinados conflitos e guerras, mas se fosse coerente também perguntaria isso: "Você realmente imagina que a única razão pela qual as pessoas tentam ser más é para ganhar a aprovação de Deus?"

Algumas religiões induzem as pessoas acreditarem que não é preciso os fiéis pensar, porque já existe uma ideologia que pensem por elas.As pessoas podem ser agradecidas a religião e ao seu respectivo Deus, por algum benefício que elas trouxeram em suas vidas e como forma de agradecimento, poderiam aplicar o sistema de regras sem nenhum questionamento, coisa recomendada pela própria religião e que tem sua eficácia aumentada pela ameaça do inferno em caso de desobediência.Assim, se essas religiões possuem mandamentos anti-éticos e belicistas em seus sistema de regras, como poderíamos insentá-las de qualquer culpa em conflitos e guerras?Por outro lado, Dawkins está errado em achar que todas as religiões possuem mandamentos anti-éticos e belicistas em seu sistema de regras.

Claro, não há nada que leve alguém acreditar que os cérebros das pessoas são como depósitos de informações, onde a religião tem de ter a culpa sempre.Neste caso, a ignorância de Dawkins sobre as religiões prejudica sua avaliação das mesmas.

Passemos agora a argumentação de Dennett.A teoria dele é interessante.A religião não pode ser responsável pela inexistência de um caos moral.Mas isso implicaria que a religião não incentiva boas ações?A religião poderia eventualmente usar a ética como um meio de se alcançar os objetivos do sistema de regras.Mas se muitas vezes a ética é alcançada desta forma, qual é o problema?Muitas vezes, as pessoas não se dão conta o quão bom pode ser a prática do altruísmo (estudos científicos mostram que altruísmo pode aumentar o nível de felicidade para a pessoa que o pratica).Se as pessoas descobrem isso, através da “cenoura divina”, qual o problema?A “cenoura divina” pode não explicar a bondade das pessoas, mas pode ser um catalisador para a prática de boas ações.

A “ciência da felicidade” mostra que a religião aumenta o nível de felicidade das pessoas.Pesquisas mostram que pessoas religiosas têm menos depressão, menos ansiedade e suicidam menos que as não-religiosas (Bárbara Axt,2006.A Busca da Felicidade.Superinteressante,edição 212,Abril de 2006).A religião dá significado a vida das pessoas, que é um dos três componentes da felicidade (as outras são:prazer e engajamento).É a sensação “no final, nossas injustiças serão corrigidas e nossos esforços serão reconhecidos”.Claro que o significado de vida pode ser conquistado de outras formas (como acreditar que sua vida é importante para a justiça social, a ciência ou o progresso), mas em geral as pessoas tem dificuldades em consegui-la em outro caminho que não a religião.Esse é um dos benefícios da religião que os neo-ateus não reconhecem e ignoram na hora de avaliar que “o mundo estaria melhor sem as religiões”.

Pessoalmente, acho que é difícil saber se medindo vantagens e desvantagens, a crença religiosa tenha sido uma força a favor do bem ou do mal. No meu caso, a única certeza que tenho é que, ou se admite que a religião influi tanto positivamente e negativamente no comportamento das pessoas, ou simplesmente se admite que o efeito das religiões sobre a bondade e a maldade é insignificante para ambos.O problema que vejo é pseudo-céticos utilizando o argumento da “insignificância da influência” para minimizar os efeitos positivos da religião e utilizando o contra-argumento para defender a tese da nocividade das religiões.

Dawkins tem uma empolgação exagerada em usar o darwinismo como forma de justificar seu ateísmo.Vejam:

"Por definição, explicações fundamentadas em premissas simples são mais plausíveis e satisfatórias que teorias segundo as quais é necessário postular eventos complexos e estatisticamente improváveis, e certamente não se pode pensar em nada muito mais complexo e improvável que um Deus todo-poderoso."

http://www.secularhumanism.org/library/fi/dawkins_18_3.html

Tradução:André Díspore Cancian
(http://www.ateus.net/artigos/critica/a_improbabilidade_de_deus.php)

Um trecho do artigo de Manuel Soares no Observatório da Imprensa esclarece outra citação de Dawkins que segue essa mesma tendência:

"Marcelo Cavallari, por sua vez, em seu brilhante artigo "O provicianismo neo-ateu" (Época, nº 443, 13 de novembro de 2006, p. 97), desqualificando-o ainda mais como filósofo, lembra que ele cita uma "piada" de Bertrand Russell – como se fosse um argumento sério – segundo a qual a existência de Deus é tão impossível de provar pela ciência quanto a hipótese de que há uma xícara em órbita do Sol, entre a Terra e Marte. Segundo M. Cavallari, o que Dawkins não percebe – e o que faz da asserção de B. Russell uma anedota – é que a questão da existência de Deus – isto é, de uma Causa Final, de uma razão-de-ser do Universo e de um propósito ético movendo o mundo –, algo que o método científico-experimental realmente não pode corroborar nem refutar jamais, é uma questão importante, atormentadora, que preocupa todos os homens, alguns mais que outros, ao passo que a possibilidade de que exista uma xícara em órbita no Sistema Solar não passa de uma curiosidade, um assunto para diletantes numa mesa de bar depois da quinta dose de uísque."

http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/artigos.asp?cod=410OFC001

As pessoas não percebem que afirmar "Deus não existe" sem ter algum tipo de evidência para confirmar isso é uma asserção com status igual a de uma argumentação de um crente.

Geralmente, nega-se isso dizendo: "oh, você está revertendo o ônus da prova, quem deve provar que Deus existe são os teístas."Errado, quem afirma a inexistência de Deus é quem está com o ônus da prova, não importa se a questão foi inicialmente levantada por teístas.Isso só não seria válido se a pessoa apenas afirmasse "Não creio que a proposição 'Deus não existe' seja verdadeira", o que levaria ao ateísmo agnóstico.Presumir que a falta de provas da existência de Deus equivale a uma prova contra sua existência é uma falácia de apelo a ignorância igual a dizer que atualmente não existe coelho verde no mundo apenas porque recentemente ainda não foi encontrado um.

Se apelo a ignorância é válido, então pode-se argumentar assim:"Os ateístas não podem fornecer evidências convicentes da não-existência de Deus. Portanto, Deus realmente existe/os ateístas estão errados ao não acreditarem nele".

4 Comments:

Blogger oakleyses said...

oakley sunglasses wholesale, christian louboutin outlet, replica watches, christian louboutin shoes, oakley sunglasses, uggs on sale, tiffany jewelry, burberry pas cher, michael kors pas cher, louis vuitton, chanel handbags, tiffany and co, longchamp outlet, cheap oakley sunglasses, ray ban sunglasses, christian louboutin uk, louis vuitton outlet, jordan pas cher, ray ban sunglasses, nike air max, nike air max, christian louboutin, louboutin pas cher, longchamp outlet, polo ralph lauren, prada handbags, ugg boots, oakley sunglasses, coach outlet, oakley sunglasses, nike free, longchamp pas cher, louis vuitton outlet, kate spade outlet, air max, tory burch outlet, jordan shoes, replica watches, ugg boots, sac longchamp pas cher, nike free run, nike outlet, kate spade, gucci handbags, ray ban sunglasses, prada outlet, longchamp outlet, polo outlet, polo ralph lauren outlet online

6:43 PM  
Blogger oakleyses said...

vans pas cher, sac vanessa bruno, nike roshe run uk, uggs outlet, michael kors outlet online, lululemon canada, true religion jeans, nike blazer pas cher, nike trainers uk, sac hermes, nike air max uk, nike air force, michael kors outlet online, michael kors outlet online, nike tn, north face, nike free uk, nike air max, timberland pas cher, ray ban uk, polo lacoste, hogan outlet, coach outlet store online, true religion outlet, michael kors outlet online, burberry outlet, guess pas cher, ray ban pas cher, new balance, abercrombie and fitch uk, michael kors, michael kors outlet, mulberry uk, oakley pas cher, hollister pas cher, nike huaraches, north face uk, converse pas cher, nike air max uk, true religion outlet, true religion outlet, michael kors outlet, michael kors, hollister uk, burberry handbags, michael kors outlet, replica handbags, uggs outlet, ralph lauren uk

6:48 PM  
Blogger oakleyses said...

converse, p90x workout, herve leger, lululemon, hollister, north face outlet, instyler, karen millen uk, nfl jerseys, mont blanc pens, oakley, hermes belt, ghd hair, abercrombie and fitch, hollister, soccer jerseys, nike air max, new balance shoes, insanity workout, asics running shoes, vans outlet, chi flat iron, jimmy choo outlet, mac cosmetics, baseball bats, babyliss, ray ban, lancel, valentino shoes, montre pas cher, longchamp uk, soccer shoes, reebok outlet, beats by dre, hollister clothing, louboutin, ferragamo shoes, celine handbags, wedding dresses, timberland boots, bottega veneta, nike roshe run, nike air max, toms shoes, converse outlet, vans, ralph lauren, mcm handbags, north face outlet, gucci

6:53 PM  
Blogger oakleyses said...

louis vuitton, pandora uk, ugg uk, louis vuitton, thomas sabo, louis vuitton, moncler, moncler, canada goose outlet, ugg,ugg australia,ugg italia, doudoune moncler, canada goose, marc jacobs, ugg, supra shoes, louis vuitton, canada goose outlet, moncler uk, ugg pas cher, hollister, pandora jewelry, moncler outlet, ugg,uggs,uggs canada, moncler, canada goose uk, pandora jewelry, juicy couture outlet, canada goose, coach outlet, wedding dresses, swarovski crystal, moncler, canada goose jackets, juicy couture outlet, canada goose outlet, pandora charms, replica watches, links of london, moncler outlet, swarovski, louis vuitton, canada goose

6:57 PM  

Post a Comment

<< Home