Monday, January 15, 2007

Como surgiram as asas em morcegos

Como asas surgiram em Ratos e estes se tornaram Morcegos ?Morcegos são um dos mamíferos mais prósperos, um quinto de todas as espécies mamífero são morcegos. Eles são criaturas extremamente diversas, mas têm uma coisa em comum: têm asas e voam. Os cientistas sempre desejaram saber sobre como afinal os morcegos adquiriram asas e agora o campo relativamente novo da Biologia do Desenvolvimento Evolutivo, ou "evo devo", parece ter desvendado o enigma.

Karen Sears e Lee Niswander e seus colegas da University of Colorado Health Sciences Center em Aurora compararam as asas do fóssil mais antigo conhecido de morcego, um espécime de 50 milhões de anos que estava no American Museum of Natural History em Nova Iorque, com três outras espécies de morcegos extintos e 10 espécies de morcegos modernos. Eles acharam em todos os casos que a asa de morcego membranosa é apoiada pelos altamente alongados terceiro, quarto, e quintos dedos dianteiros do animal. O que os pegou de surpresa foi a descoberta de que o comprimento relativo destes três dígitos em relação ao tamanho de corpo mudou pouco ao longo do curso de evolução do morcego. Em outro palavras, as asas dos morcegos não parecem ter crescido gradualmente ao longo do tempo, elas evoluíram repentinamente.

Isto sugere que a evolução de asas de morcego não foi devida a mudanças nos genes dos ossos mas a uma mudança no gene que regula a expressão destes genes dos ossos. Para achar qual gene poderia estar envolvido a equipe monitorou o desenvolvimento do embrião do morcego e comparou este desenvolvimento ao desenvolvimento do embrião de rato.

Eles encontraram que durante seu desenvolvimento inicial, tanto os dedos dianteiros dos morcegos quanto dos ratos cresceram na mesma taxa relativamente aos seus períodos de gestação de 120 e 20 dias, respectivamente. Porém, aproximadamente no meio da gestação, o terçeiro, quarto, e quintos dígitos de forelimb do morcego de repente começaram a crescer muito mais rápido. Na imagem podemos ver que, a 80 dias, os três dedos dianteiros que apoiarão a asa do morcego eventualmente já começaram a se prolongar significativamente. Por outro lado, os mesmos dedos no rato continuaram crescendo lentamente, assim como os dedos traseiros do morcego.

Esta observação levou os cientistas a considerarem que o crescimento súbito pode ser devido a um gene que codificou uma certa proteína (chamada de Bmp2) responsável pelo crescimento do osso. Eles acharam que a expressão deste gene realmente era 30% mais alta no forelimbs em desenvolvimento de morcegos do que em ratos. Isto indicou que provavelmente o aparecimento das difrenças entre morcegos e rato era uma mutação no gene que regula o gene Bmp2. Esta mutação que provavelmente aconteceu ao redor 50 milhões de anos atrás causou um crescimento anormal dos dedos dianteiros. Mas estes morcegos primitivos em vez de sucumbir a tal infortúnio e se extinguir provaram poder se adaptar. Eles começaram a usar os dedos de superdesenvolvido como asas, e eventualmente se tornaram alguns dos mamíferos mais prósperos em Terra."

http://www.yourskinandsun.com/batflight.html

O paper original da pesquisa, com acesso free, em: http://www.pnas.org/cgi/content/figsonly/103/17/6581



Comentários:

Antievolucionistas adoravam alardear que morcegos apareciam abruptamente no registro fóssil.Agora, sabemos que muitas transições rato-morcego realmente não ocorreram.Agora. a aparição de morcegos pode ser explicada como um evento rápido em tempo geológico, e ainda assim, geneticamente gradual.Ponto para Stephen Jay Gould e a sua Teoria do Equilíbrio Pontuado.Há muito tempo se sabe que esse padrão de evolução é regra e não exceção.

3 Comments:

Anonymous Victor said...

Ta, muito legal a descoberta dos fatores que comtrolam a expressão do gene BPM2. Mas acredito que não seja somente uma unica variação de expressão genica que gerou essa diversidade de 1/5 dos morcegos. Aidna fica no ar a questa da ecolocalização, a presença de dedos 3 4 5 mais compridos não significa que eles ja sairam voando por ai. Obviamente como o próprio teto diz, os fósseis são raros e não pretendo esperar respostas para todas as perguntas, mas aredito que ainda permece duvidosa a origem desses mamíferos. Mesmo porque um biólogo especialista em morcegos foi no Jo soares ontem e desmentiu que o morcego tenha origem com ratos.
Acredito que a história evolutiva das baleias através dos estagios do Pakiceteus terrestres de 40 milhões de anos atras e seus representantes anfibios até se tornarem estritamente marinhos tenham evidências mais fortes do que a história do morcego.
De fato, ainda não creio que apenas essas variações de expressão genica tenham dado origem aos morcegos, acho que deve ter algo mais complexo como alteração de comportamento e mais um bando de eventos evolutivos que nos ultimos 50 milhões de anos levaram os ancestrais desses animais a derivar organismos tão interessantes.
De imediato ja adianto que qualquer teoria que a ciência mostrou até agora sobre a origem dos diferentes seres vivos é muito mais plausíve e coerente do que acreditar na criação divina e esquizo~frênica de uma entidade universal que só veremos após a morte.

9:55 AM  
Blogger G. Ferrarezzi said...

"Como asas surgiram em Ratos e estes se tornaram Morcegos"

Os morcegos não são ratos com asas, na verdade, segundo a filogenia mais moderna, Chiroptera é mais relacionado aos Primatas do que a Rodentia...

8:55 AM  
Blogger Erick Navarro said...

"Era uma vez, há muito tempo atrás, um ratinho. Abruptamente ele desenvolveu asas e chegamos aos morcegos". E o crente sou eu!

4:11 PM  

Post a Comment

<< Home